FIRULAGERAL

Júri de Chapecó condena homem que matou sua companheira com quatro golpes de faca

Um homem de 52 anos foi condenado a 17 anos e seis meses de prisão em regime fechado, mais oito meses e cinco dias de detenção no regime semiaberto, pelo assassinato de sua companheira, então com 29 anos. O crime ocorreu por volta das 6h40min do dia 27 de abril do ano passado, na residência do casal, quando o homem desferiu quatro golpes de faca na vítima. Na sequência, ele enrolou o corpo em um lençol e, de carro, dirigiu-se até uma comunidade rural nos arredores da cidade, onde tentou ocultar o cadáver.

No retorno para casa, localizada no Loteamento Zanrosso, na Grande Efapi, o homem teve tempo ainda de limpar a casa e lavar suas vestes sujas de sangue. Ciúmes pela diferença de idade foram apontados como causa do crime. O réu foi condenado por homicídio qualificado por uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio (16 anos e quatro meses), ocultação de cadáver (um ano e dois meses) e fraude processual (oito meses e cinco dias).

Os debates se estenderam por mais de 12 horas. O Conselho de Sentença foi formado, em sorteio, por cinco mulheres e dois homens. Na acusação atuou a promotora de justiça Marta Fernanda Tumelero. Os advogados de defesa foram Alexandre Santos Correia Amorim e Carlos Eduardo da Rocha. A sessão foi presidida pelo juiz substituto Édipo Costabeber. O homem ainda teve negado o direito de recorrer em liberdade.

Imagens: Divulgação/Comarca de Chapecó

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros – Reg. Prof.: SC00445(JP)
Fonte: TJSC
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar